10/07/2012

Assim nascem as estrelas...



Aconchego e descanso

               Minha querida irmã,
     
               Ainda me lembro de quando você chegou em nossas vidas.
               Eu, a mais velha, tinha 8 anos e a Lê apenas 5.
               Junior e Eric completavam o quarteto fantástico, o Junior com 7 e o Eric com 6.
               Incompletos, é verdade.
               A Hellinha veio muito depois, mas não menos amada.
               Mas naquela noite, pouco antes de você chegar, quando mamãe nos reuniu na sala, como ela sempre fazia nos fins de tarde, éramos apenas 4 e ela nos perguntou o que faríamos com você quando você chegasse.
              Lembro-me como se fosse hoje. Cada um deu uma resposta mais mirabolante do que a outra.
              Ai, você chegou e encheu a vida de todos nós com mais alegria.
              Sim, éramos muito felizes, mas você era toda sorrisos.
              Também era "biquinho", quando sentia dor e era "carrapatinho", quando era só carinho.
              O tempo foi passando, as lutas chegando, as discussões crescendo, mas o amor crescia junto e tudo terminava em pizza.
              Em pizza, bolo de chocolate, sorvetes, churrasco... afh! e o que mais a nossa imaginação mandasse.
              Ainda me lembro do que acontecia quando eu chegava em tua casa e você logo vinha definir o cardapio do fim de semana.
              Hã! Como se eu não soubesse o que eu iria preparar!!!
              Mas você vinha logo com a primeira pergunta:
              "- O que é que você vai fazer de gostoso para nós?"
              Em seguida você despejava em cima de mim todos os cardapios das tuas confeitarias preferidas tentando montar o bolo perfeito: massa deste, recheio daquele, cobertura daquele outro e caldas e mais caldas.
              Mas, depois de 1 ou 2 horas de completa indecisão você se saia com essa:
              " - Tá  bom, tá bom. Faz do jeito que você quiser que vai ficar muito bom."
              E saia deixando a responsabilidade toda para mim.
              Eu amava cada um destes momentos.
              Uma vez a mamãe quase morreu de susto e, depois, de tanto rir quando você deu uma freada brusca a caminho do aeroproto só porque você viu um vendedor de frutas que estava vendendo amoras e framboesas, que viraram um bolo e uma calda de sorvete.

              Agora Deus resolveu te levar para junto d'Ele.
              Maninha, que falta que você vai fazer!!!!!!!!!!!!
              Agora, sem sombra de dúvidas, você entende esta tua irmã que sentirá muito a tua falta.
              Com certeza nosso Pai Celeste já te explicou o porquê das minhas escolhas.
              Maninha, muito obrigada por trazer as meninas aqui.
              Teu abraço caloroso ficará marcado para sempre em minha memoria.

             Abrace minha filhota amada por mim. Demoradamente.

             Prometo abraçar muito as tuas filhotas lindas por você e sei que Deus está assinando embaixo das minhas palavras.

             Como um último presente, coloquei as lindas palavras que você escreveu para o Miguel em um cartão virtual.
              Espero que você goste.
              Já pedi à Deus para te mostrar este texto e sei que Ele vai me atender.
 
              Minha linda bonequinha de porcelana (lembra que eu te chamava assim desde bebê?), aproveite essa nova vida.
              Assim que Deus permitir, estaremos todos juntos outra vez.

                                   Te amo muito!

              Esta é para você:



               "Talvez o amor seja como o oceano, repleto de conflito, repleto de dor,
                Como uma chama quando está frio lá fora, um trovão quando chove.
                Se eu viver eternamente, e todos os meus sonhos tornarem-se realidade,
                Minhas lembranças do amor serão sobre você..."


              Miguel, querido, este é para você.
              Que Deus te abençoe e te conforte!
              Maressa e Giulia, tia Gisa ama muito vocês!
              Pai, mãe, Del, maninhos, cunhados e sobrinhos, que Deus nos ajude. Amo vocês!

              Uma nova estrela brilha no ceu hoje.

              Seu nome é Miriam Fiaux Horvath!



Aconchego e descanso



Aconchego e descanso

Print Friendly and PDF

4 comentários:

  1. Gisa, que linda homenagem. Tenho certeza que essa estrela brilhará intensamente e a guiará por toda a sua vida. Receba o meu abraço caloroso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, querida.
      Já estava desligando o note quando vi teu comentário. Foi tão de repente...
      Vou descansar agora. Um beijo.

      Excluir
  2. obrigado por add meu baner aqui, adicionei vc la tambem bjss ett

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, meu amigo. Eu é que agradeço a visita e o destaque que você deu ao Receitas de todos nós. Ficou muito legal.
      Seja sempre bem-vindo, bjs.

      Excluir