13/03/2012

Uma carta de amor

Uma carta de amor

Uma carta de amor




               Não sei exatamente o porquê de estar escrevendo esta postagem. Não sei exatamente a quem ela se destina, se a alguém da minha familia, se a toda a minha familia ou se a alguma outra mãe que esteja passando pelo que já passei, pelo que esta mãe do powerpoint passou. Só sei que não pude deixar de postar.
              E que a paz, a alegria, a harmonia e a certeza de que o Amor é uma força poderosa estejam presentes em todos os corações que lerem esta postagem.

              Estes dias me deu uma vontade irresistível de fazer uma limpeza em uma das contas que eu tinha no Yhaoo. A conta foi aberta com o apelido da minha primogênita. O final do nome dela é o mesmo que o meu: Sele. Então não vi nada demais em abrir uma conta com um apelido que era comum a nós duas.

             Talvez fosse uma necessidade minha de tê-la mais próximo a mim. Não sei. Apenas sei que precisei abrir a tal conta, como também, senti necessidade de fechar a tal conta.
             Meus motivos iniciais para fechar a conta foram a dificuldade de gerenciar tal conta, já que alguns serviços Yahoo passaram por mudanças e fiquei sem ter como acessar meus arquivos em 2 dos 3 sites Yahoo que mais acesso. Mas de repente, não mais do que de repente, tais serviços ficaram acessiveis de novo e pude fazer uma "faxina geral", deletando arquivos que já não me serviam e passando os restantes para outros sites.
             E o último site onde eu tinha arquivos foi o e-mail e ali eu tinha varios powerpoints arquivados.
             Resolvi arquivá-los em meu site e assistir a alguns.

             Um deles foi extatamente este "Uma carta de amor".

             Em maio irá completar 7 anos que minha primogênita partiu.

             Não, não fique triste e não deixe de ler o restante do texto e nem de assistir ao powerpoint. Eu prometo que evitarei voltar a este assunto já que muitas pessoas não lidam muito bem com a morte. E é um direito de todos nós termos as nossas dificuldades respeitadas.

             Mas, quero dizer que, assim como a mãe/personagem do powerpoint, eu também recebi um grande presente de Deus: eu pude ver Jesus levando a minha filha pela mão, Ele a levou para que eu me despedisse dela, a sós, na casa em que ela morava, enquanto a familia tomava todas as providencias no hospital. Eu tinha acabado de chegar da rua, estava sózinha em casa e encharcada, já que chovia muito e o guarda-chuva não me protegeu. Antes que eu pudesse me trocar, me despedi de minha filha, ali, na cozinha dela. Também pude ver o céu aberto e uma multidão esperando por ela. E ela estava muito feliz e ansiosa por partir, depois de mais de 1 ano (1 ano e alguns meses) lutando contra uma leucemia.

            Delirios de uma mãe sofredora que acabara de saber da morte da filha?

            Imaginação fértil?

           Mecanismo de uma mente em sofrimento extremo, em luta para não enlouquecer de dor?

           Ou uma grande e belíssima prova de amor de Deus por mim (pela mãe do powerpoint e por todos aqueles que ousam crer em Deus)?


            Talvez todas as opções estejam corretas. A minha resposta é que foi uma grande e belíssima prova de amor de Deus por mim e disso eu não abro mão.

            E não se preocupem meus queridos amigos ateus ou que possuam outras crenças diferentes da minha. E continuarei amando-os do mesmo jeito, porque respeito a trajetoria de vida de cada um. Somos o fruto das nossas vivencias e se você pensa de modo diferente do meu é porque você teve experiencias diferentes das minhas. Isso não te torna melhor ou pior, apenas diferente. E eu amo as diferenças.

            Se não houvesse o estímulo das diferenças nós nos acomodaríamos e não iríamos em busca da verdade. Consequentemente perderíamos excelentes oportunidades de crescermos e de vivermos experiencias gloriosas.

            Resumindo: A VIDA SERIA UM TEDIO!!!!!!!!!!!!!!


            Enfim: às 5 h da madrugada deste dia 13 de março encerrei definitivamente a conta selle.fiaux@yahoo, mas não me despedi de minha filha.
            Se Deus me permitir, ainda a verei antes de fazer a minha viagem para junto do Pai. Se Ele não permitir, terei paciencia para esperar a minha hora de chegar no céu e sei que, assim como havia uma grande festa esperando por ela e fui testemunha disso, haverá uma grande festa pela minha chegada e ela será uma das primeiras pessoas a quem eu abraçarei.

             A todos que tiveram paciencia para lerem até o fim, o meu MUITO OBRIGADA!
             E fiquem na certeza de que estou muito bem. A minha fé e o amor de Deus me restauram a cada dia.

             Como eu falei na postagem  Tag 11 - novas perguntas e novas respostas  realmente fechei um ciclo, fiz meu balanço e posso dizer que:

             "Mas em todas estas coisas somos mais que vencedores, por Aquele que nos amou.
              Porque estou certa de que nem a MORTE, nem a VIDA, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.".
                                                             Romanos 8: 37-39.

               Obrigada, queridos!   Beijos,

                                          Gisele Fiaux

Print Friendly and PDF

10 comentários:

  1. Gisele, ver sua filha partindo desse jeito é uma imagem que só pode ter sido oferecida a alguém de coração gigante. Que você continue com a força e a coragem que demonstrou nessa carta, seguindo sua intuição e escrevendo seus sentimentos sempre que sentir necessidade. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, minha querida Bia.
      Obrigada por tanto carinho.
      Ainda estou meio se compreender o porquê deste post.
      Queria colocar outro powerpoint que me tocou também e que estava arquivado lá, no e-mail que cancelei.

      Enfim... a sensação continua: a de que estou recomeçando.

      Muito obrigada por tuas palavras.
      Beijos.

      Excluir
  2. Querida Gi, não sabia que perdeu sua filha.

    Tudo muito bonito. Tudo. Encerrar ciclos, tais como este, sei que não são fáceis, pq precisamos nos reequilibrar, aceitar, enxugar as lágrimas, respirar fundo e nunca perder a esperança. Voce sabe como é a dor, eu não. Só a imagino.

    Se pudesse, eu lhe daria um abraço e agradeço por compartilhar este texto.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, minha querida Sissym.

      Acho que você já deve ter lido em outros posts, sim. Talvez você não lembre, sei que tua vida também não tem sido fácil.

      Já recebi teu abraço, de coração, e me sinto reconfortada.

      E te agradeço muito por vir compartilhar este momento de mudanças.

      Um grande beijo. :

      Excluir
  3. Olá Gisele,

    Achei muito emocionante esse seu depoimento, e eu não sabia que você já tinha vivido a dor da perda, e eu admiro muito as pessoas que conseguem reciclar a vida, manter o equilibrio e continuar brilhando na estrada da vida. Linda a sua história. Admiro você!

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa, Bruno, que surpresa gostosa receber tua visita e como me fizeram bem as tuas palavras! Muito obrigada.

      Eu acredito que nada acontece por acaso e eu procuro transformar cada evento em uma lição, em crescimento pessoal e se puder transmitir um pouquinho que seja, serei muito feliz.

      Nem sempre é fácil, no começo a dor é muito forte, mas nada "como um dia depois do outro"...

      Muito obrigada pela visita.
      Me sinto honrada.
      Abraços.

      Excluir
  4. ...traigo
    ecos
    de
    la
    tarde
    callada
    en
    la
    mano
    y
    una
    vela
    de
    mi
    corazón
    para
    invitarte
    y
    darte
    este
    alma
    que
    viene
    para
    compartir
    contigo
    tu
    bello
    blog
    con
    un
    ramillete
    de
    oro
    y
    claveles
    dentro...


    desde mis
    HORAS ROTAS
    Y AULA DE PAZ


    COMPARTIENDO ILUSION
    GISAVASFI

    CON saludos de la luna al
    reflejarse en el mar de la
    poesía...




    ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE TITANIC SIÉNTEME DE CRIADAS Y SEÑORAS, FLOR DE PASCUA ENEMIGOS PUBLICOS HÁLITO DESAYUNO CON DIAMANTES TIFÓN PULP FICTION, ESTALLIDO MAMMA MIA, TOQUE DE CANELA, STAR WARS,

    José
    Ramón...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tradutor
      Yo estaba muy feliz con su presencia y comentários. Estar siempre bienvenidos. Abrazos. Yo respondo con la ayuda del traductor de Google ...

      Excluir
  5. @Gisavasfi

    Olá Gisele, a honra é toda minha, porque apesar de conhecer muitas pessoas diariamente, você é alguém que admiro, e desejo tomar a sua lição de vida como um motivo a mais para sorrir e seguir em frente sempre!

    Abraços e obrigado!

    ResponderExcluir