25/12/2010

Ao aniversariante, todo meu amor!





            Hoje é aniversario de Jesus!
            Ta, esta certo! Convencionou-se dizer que hoje é Seu aniversario.
            Tudo bem. Mesmo que seja só uma convenção, gosto de ter um dia para festejá-lO, embora eu tenha por hábito, varias vezes por dia, de dizer-lhe que O amo e o quanto eu O amo.
            De todas as lições que Ele me ensinou a maior, sem dúvida, foi a importancia de amar. Amar de verdade, amar apesar das diferenças pessoais, apesar do comportamento das pessoas, apesar das ideias diferentes que elas possam manifestar. E nós, seres humanos, somos tão diferentes uns dos outros quanto as nossas impressões digitais variam de dedo para dedo.
           Mas as diferenças de estilo de vida e comportamento não podem e nem devem interferir no amor que devemos ter uns pelos outros.
           Querer que alguém mude, mesmo que seja minimamente, para que você possa amá-lo é se enganar a si mesmo e viver um mentira. Porque no fundo você estará amando uma pessoa idealizada por você mesmo. Uma pessoa criada à sua propria imagem e semelhança e não ao ser criado à imagem e semelhança de Deus Pai, que o Filho veio mostrar como deve ser amada. O Filho amou até mesmo àqueles que O prenderam na cruz e intercedeu por eles. E é por isso que eu O amo tanto, pelo amor que Ele demontrou e ainda demonstra por nós.
            Se você não consegue amar o seu cônjuge, seu filho(a), sua irmã(o), seu vizinho(a), como ele é e vive tentando mudar o seu comportamento para que ele(a) mereça o seu amor, na melhor das hipóteses você nunca soube amar e na pior, você está cometendo uma fraude, porque você está amando um produto falsificado, adulterado segundo a tua vontade.
            Mas nem de longe você estará sendo um discípulo de Jesus. «Nisto conhecerão todos que sois os meus discípulos: se vos amardes uns aos outros, assim como eu vos amei» (Jo 13:35) 
                E eu me tornei fã deste Deus que me amou tanto que deixou tudo o que tinha para trás, para vir à esta Terra só para me ensinar a amar.
           Olhando para trás, lembrando de todos os meu natais, posso dizer que metade foi muito bom, metade foi de sofrível à muito ruim.
           Nos últimos 12 anos tenho vivido no "deserto", alguns religiosos devem saber o que isso significa.
           Mas os últimos 6 foram particularmente dificeis. Desde que Deus levou minha primogênta, não só pela saudades que sinto dela, mas também porque, mesmo que só estivéssemos ela, minha caçula e eu, ela transformava nosso natal em uma grande celebração.
           Os dois natais seguintes à sua partida, pude ouvir minha caçula chorando em seu quarto de saudades da irmã, pedindo à Deus que a levasse para junto da irmã, tamanha a saudade que ela sente. Foi realmente muito difícil.
           Mas eu sei em quem eu tenho crido e conheço o Seu amor por mim. Também sei que meus problemas não são, na verdade meus. Se eu for esperta e inteligente, o que modestia às favas eu sou, passarei, imediatamente, os meu problemas para Deus. E foi isso que eu fiz.
          Quando minha filha postou, em seu blog, que não queria receber nenhuma mensagem de natal, e nas redes sociais das quais ela participa, passei este problema para o Aniversariante.
           E não deu outra. Este natal foi fantástico! Embora meu filho não tenha podido vir, e ninguém mais de minha familia.
           La pelas 20h, minha filha resolveu criar uma nova tradição de natal: presentear o Aniversariante e convidá-lO para a ceia. E ela acabou fazendo uma caixa de presentes, onde ela vai colocar (e eu também) uma mensagem para o Aniversariante, que mostre à Ele o quanto O amamos. 
           Foi uma delicia vê-la preparando o presente enquanto pedia desculpas pelo atraso e por ter feito tudo em cima da hora. Também foi uma delicia vê-la colocando um conjunto completo de louça para que o aniversariante ceasse conosco. E ela O colocou entre nós duas, para que as duas pudessem desfrutar de Sua presença. E Ele se fez presente, com certeza. E todos os outros que ela convidou também. Só que aos outros, ela recomendou que trouxessem a sua propria louça, rsrsrsrs.
           E foi dormir, feliz da vida, por ter convidado a Jesus para participar novamente de sua vida.
           Moral da historia? Ame teu cônjuge, teu filho(a), tua irmã(o), teu vizinho(a), como eles são. Respeite as suas atitudes por mais que elas te agridam ou sejam contrarias ao padrão que você ou a igreja estabeleceu como certo, mesmo que ele(a) escreva coisas diferentes das que você escreveria em seu blog, mesmo que a sua fé seja diferente da tua, mesmo que ele(a) beba além da conta ou fume ou se drogue ou faça outra coisa que te irrite profundamente, mesmo que ele(a) nunca reconheça o que você faz por ele(a) e esteja sempre acusando. Ame-o(a) quando ele(a) menos merecer, porque certamente é quando ele(a) mais precisa. A propósito, nunca faça nada esperando retorno. 
          Aprenda com o Aniversariante de hoje: semeie o Amor, a tempo e fora de tempo. 

         Senhor, este era para ser um post de FELIZ ANIVERSARIO, mas quero que o mundo te conheça e ao Teu Amor. E é por isso que festejo tanto esta data. E mesmo sendo algo criado pelo homem, uma data escolhida pelo homem, receba meu amor, minha gratidão e meu voto de FELIZ ANIVERSARIO!


         Semeie AMOR! Certamente você colherá, mesmo que a semente caia na rocha.


                               ELE garante (e eu também)!

                                       Gisele Fiaux

Print Friendly and PDF

2 comentários:

  1. Linda mensagem, post completo, cheio de amor. Parabéns e estou também comemorando.
    Abraços forte

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, querido. Amor é assim, quanto mais dividimos, mais ele se multiplica. Abraços.

      Excluir